Mais uma análise simplista dos jornalistas. Os distritos que contam…

O Público de hoje pensou que descobriu a pólvora e afirma:

Lisboa, Porto, Braga, Setúbal e Aveiro são os distritos que elegem mais de metade dos 230 deputados à Assembleia da República, por isso são também aqueles em que os partidos fizeram as suas principais apostas, o que torna a disputa eleitoral entre PS e a coligação Portugal à Frente mais renhida. Nestes cinco distritos estão concentrados 5.660.127 de eleitores recenseados, ou seja, mais de metade dos 9.682.823 que estão em condições de votar no dia 4 de Outubro.

Podiam estudar um bocadito não podiam? Ou apenas pensar. Pensar custa , não é? Vamos lá a ver se explico.

1-É evidente e óbvio que estes círculos  são fundamentais pois elegem mais deputados;

2-Para ganhar as eleições é preciso ter mais votos nestes círculos. Sim é verdade. ( mas só em parte)

3- Os distritos que vão decidir as eleições podem não ser estes. Confusos? Simples. Depende do diferencial de votos global.

4-Vamos pensar por exemplo em Lisboa. O PS espera e eu acredito que vai ter  uma expressiva votação a coligação vai descer e muito em Lisboa e no resto dos grandes distritos. Mas a diferença de deputados entre a coligação de direita e o PS nunca será muito grande nestes círculos. É que… nestes mesmos distritos os partidos pequenos vão ter deputados. O PCP e o Bloco vão ter uma número significativo e também Marinho Pinto e o Livre, pelos menos, vão ter deputados. Ou seja só uma diferença colossal entre os dois partidos se pode traduzir numa grande diferença de deputados. Caso isso não aconteça, a diferença entre os dois partidos, mesmo que grande,  traduz-se para aí em 3 ou 4 deputados. Meus caros, só a Madeira resolve isso a favor da coligação.

5-Numa situação de disputa equilibrada, como indicam todas as sondagens com alguma credibilidade, vão ser os pequenos distritos a decidir.Não chega ganhar nos grandes círculos, porque aí temos vários partidos a conseguir deputados. É preciso não perder nos pequenos, onde apenas o PS e a coligação liberal conseguem deputados.

Ou seja: Para ganhar as eleições é preciso ganhar nestes distritos, mas a diferença final poderá ser decidida pelos pequenos distritos, pelo deputado que entra ou não em Viseu e distritos semelhantes. Reparem que Viseu e a Guarda podem compensar uma derrota significativa em Lisboa. Por isso mais uma vez. Não Deitem os votos no caixote do Lixo. Só um partido pode ter mais votos que a coligação de direita. É o partido Socialista. Se não querem Passos/Portas VOTEM COSTA.

António Costa em Mangualde no 6 de Setembro.

António Costa em Mangualde

O secretário-geral do PS, ANTÓNIO COSTA, estará em Mangualde com vários dirigentes do PS para um Convívio Popular, no dia 6 de setembro, domingo, a partir das 17h, nas piscinas do Hotel Sra. Castelo. 

É preciso mostrar o nosso apoio a António Costa. A discussão é muito simples. Ou estamos com António Costa ou estamos com o governo.