Para RE(a)CORDAR o passado . Sim fez-obra

Sabemos que em campanhas eleitorais se dizem muitas asneiras. Recentemente os candidatos e ex-candidatos do PSD  tentam de forma desesperada lançar a ideia que João Azevedo nada fez.

As coisas estão aí. Todos as conseguem fazer. E todos sabem como as coisas foram feitas. Com muito esforço, com muita imaginação e com sacrifícios dos Mangualdenses. Porque tínhamos uma situação financeira muito grave e as obras fazem-se desde que se tenha financiamento.

Mas é sempre bom recordar e acordar  e relembrar  a situação que deixaram – financeira e obras por fazer

As obras no mercado municipal são apenas um exemplo. Foram obras prometidas em várias candidaturas laranjas e azuis. E não foram feitas.

E foi a gestão João Azevedo que conseguiu encontrar uma forma  financiamento. E foi João Azevedo que fez as obras

Em Dezembro de 2009 o mercado municipal era isto.E era assim há anos

Este slideshow necessita de JavaScript.

Até que em Março de 2014

A reabertura contou com a visita ao espaço do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, de familiares e amigos do Dr. Diamantino Furtado. A obra trouxe mais modernidade e conforto a um espaço que faz parte da história do concelho de Mangualde. A imagem de todo o espaço foi assim modernizada. Peixaria, charcutaria, talho, legumes, produtos regionais, pão, flores e fruta são alguns dos produtos que podem encontrar à venda neste espaço.

mercado

No âmbito da requalificação foram reorganizadas as instalações sanitárias, com a criação de uma instalação sanitária adaptada e acessível a utentes com mobilidade condicionada. Foram substituídas portas, aros, guarnições, louças sanitárias e aplicado azulejo nas paredes. Foi ainda pintado todo o interior e exterior do mercado, colocado novo pavimento em mosaico cerâmico, substituídas algumas armaduras que se encontravam degradadas e substituída a cobertura existente.

 

Postos de trabalho em Mangualde

João Azevedo acompanha a evolução das obras

O Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, e o Diretor-geral da LEAR CORPORATION Vigo, José Luís Antolin, visitaram as obras de construção da nova unidade de produção do grupo norte-americano em Mangualde.

As obras da Lear Corporation em Mangualde, que representam um investimento de cerca de 9 milhões de euros e 110 novos postos de trabalho, estão a decorrer a bom ritmo.

Este investimento, que se está a instalar junto à fábrica da PSA Mangualde, irá fornecer a PSA Mangualde na mesma altura em que começar a ser produzido o novo modelo da Citroen o “K9”,

O Presidente do Município Mangualdense, João Azevedo vê neste investimento, uma boa oportunidade para os jovens mangualdenses, “tanto este investimento norte-americano como o investimento da MAVIVA do grupo Ferrovial, representam uma janela de oportunidade para os homens e mulheres, tanto para os que residem no concelho, como os que estão fora mas que querem voltar às suas origens

O edil Mangualdense, aproveitou para visitar também as obras da MAVIVA SA – Grupo Ferrovial, investimento que criará cerca de 40 postos de trabalho.

 

Afinal a ETAR anda e bem

Continuam em força as obras da futura ETAR que vai acabar com a lagoa da dita . O estradão será também alcatroado e criada uma rotunda junto da Patinter . Abre-se assim a possibilidade do acesso devidamente pavimentado da estrada que virá da rotunda à Roda.

Bem alguns candidatos da oposição não perceberam que já não estamos na pré-história da politica em Mangualde.

Pormenor das obras

Pormenor das obras

 

 

Inauguração da Rua da Ponte

A Nova estrada

Uma obra da junta de freguesia com o apoio da câmara municipal

Na passada sexta feira 14 de julho, foram inauguradas as obras de pavimentação da Rua da Ponte na aldeia de Mesquitela (ligação Rua da Estação/Mesquitela). Esta é uma artéria importante que liga Mesquitela à cidade de Mangualde (Rua da Estação). Na cerimónia marcou presença o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, e o Presidente da União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta, Bernardino Azevedo e vários populares.

A pavimentação, cubo de granito, vem resolver problemas de acessibilidade, conforto e segurança para os residentes e para os utentes da ligação entre o perímetro urbano da cidade e a localidade da Mesquitela, encurtando a deslocação em cerca de 1,2 km, com ligação direta ao parque escolar e parque desportivo.

Esta foi uma obra da União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta e contou com 15% de financiamento da Câmara Municipal de Mangualde.

 

Pafiosos continuam com o nariz sensível. Estrada que vai da Cunha Baixa a Nelas

E mais uma .

Estrada que liga a Cunha Baixa a Nelas

Começaram as obras para a requalificação da estrada entre o Alto da Cruz, Cunha Baixa, e o limite do concelho com Nelas. A empreitada está inserida no conjunto de investimentos que se estão a suceder e que fazem parte do Plano de Investimentos do Município. No valor de 7 milhões de euros, estas intervenções assegurarão, na sua maioria, uma melhoria/requalificação da rede viária municipal em várias estradas municipais do concelho e na rede de infraestruturas.

A intervenção desenvolve-se ao longo de 1 577 metros e consiste na reabilitação da estrada que liga o concelho de Mangualde ao concelho de Nelas, pela freguesia de Espinho. A intervenção visa melhorar o conforto e segurança dos utentes com a colocação de pavimento, sinalização e drenagens de águas.

Para o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo “trata-se de mais uma intervenção que estava projetada no nosso plano de investimentos e que agora se encontra em execução. É uma obra de grande importância que trará mais conforto e segurança às pessoas que circulam na CM 1450. É uma obra esperada há muitos anos e que agora se concretiza e por isso fico extremamente satisfeito.” João Azevedo afirma ainda que “continuaremos a trabalhar para recuperar o tempo perdido para melhorar a qualidade de vida dos mangualdenses”.

Plano de investimentos prossegue- Agora Ançada e Quintela de Azurara

Começaram as obras para pavimentação das ligações a Ançada e a Santo Amaro de Azurara/Bairro do Penedo via Bairro Imaculada Conceição, na União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta, bem como o calcetamento da rua da Tapada na Freguesia de Quintela de Azurara. Estas empreitadas representam um conjunto de investimentos que se sucederão a muito curto prazo e que, estima a autarquia, atinjam um valor de 1,3 milhões de euros, já durante os meses de fevereiro e março. Estas empreitadas, no âmbito do plano de investimentos com obras a concurso no valor de 7 milhões de euros, assegurarão, na sua maioria, uma melhoria/requalificação da rede viária municipal em várias estradas municipais do concelho e na rede de infraestruturas.

 LIGAÇÃO ANÇADA/BAIRRO IMACULADA CONCEIÇÃO/BAIRRO DO PENEDO

Em Ançada

Para João Azevedo, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde «esta era uma obra esperada há muitos anos pela população que vive em Ançada, no Bairro da Imaculada Conceição e no Bairro do Penedo/Santo Amaro de Azurara. Trata-se de uma intervenção no perímetro urbano da cidade, ligando um conjunto de artérias que agora pavimentadas vão permitir a melhoria das acessibilidades e um aumento significativo de conforto e segurança para as centenas de pessoas que diariamente transitam nestas artérias.»

O autarca sublinha ainda que «estamos num novo tempo no concelho de Mangualde, pois esta obra só foi possível porque consolidamos as contas do Município. Equilibramos as contas públicas e só agora estão reunidas as condições para fazer esta obra, que há mais de uma década é esperada pelas populações. Este eixo vai ligar Santo Amaro a Ançada e estas duas aldeias ao centro urbano de Mangualde, dando assim mais qualidade de vida no dia a dia aos habitantes».

 CALCETAMENTO NA RUA DA TAPADA NA FREGUESIA DE QUINTELA DE AZURARA

Em Quintela

 

«A estreita articulação entre a autarquia e as juntas de freguesias do concelho permite-nos resolver os problemas das pessoas com mais eficiência e celeridade, levando a Regeneração Urbana às aldeias. O calcetamento da Rua da Tapada é uma obra fundamental que visa melhorar as acessibilidades pedonais e o fluxo de trânsito rodoviário na malha urbana da povoação», sublinha ainda o edil.

Secretária de Estado da Educação em Mangualde

Visita ao espaço escolar

Visita ao espaço escolar

A Secretária de Estado Adjunta da Educação, Alexandra Leitão, deslocou-se hoje (15 de setembro) a Mangualde para a abertura do ano escolar. Foi recebida pelo Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, e pelo diretor do Agrupamento de Escolas de Mangualde, Agnelo Figueiredo.

 Alexandra Leitão visitou os espaços escolares que irão ser alvo de intervenção e requalificação no âmbito do mapeamento da educação no Concelho de Mangualde. Nomeadamente a reabilitação parcial da Escola Básica Gomes Eanes de Azurara e da Infraestrutura Desportiva de Apoio às Atividades Letivas – Pavilhão Gimnodesportivo Municipal, que representou um investimento superior a 325 mil euros. Visitaram ainda a Escola Secundária Dr.ª Felismina Alcântara, cuja modernização das instalações representou um investimento superior a 260 mil euros, num total global de mais de meio milhão de euros.

REQUALIFICAÇÃO DO PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO DA ESFA

A intervenção no Pavilhão Gimnodesportivo da ESFA visa principalmente proceder à substituição do revestimento da cobertura em fibrocimento, que contém amianto e se encontra em mau estado de conservação por painéis em chapa metálica pré lacada, tipo “sandwish”. Pretende-se ainda também a ampliação do edifício com a criação de um novo espaço também destinado a ginásio, onde serão colocados os colchões de proteção do pavimento. Serão igualmente efetuadas alterações em espaços existentes, no sentido da criação de um compartimento destinado a arrumos de materiais e equipamentos desportivos.

O alpendre, coberto para abrigo dos alunos, será fechado através da construção de paredes exteriores, onde será criada uma zona de entrada e receção, complementada com a construção de um corredor ao longo da frente atual dos balneários, para facilitar o acesso confortável a todos os espaços do edifício.

Serão também melhoradas as condições de acesso para utentes com mobilidade condicionada, através da criação de três rampas de acesso. Será ainda efetuada a substituição do pavimento existente no ginásio, sobre o qual será aplicado um novo piso desportivo em polipropileno de alto impacto.

No que refere às salas de aula, serão pintadas, no interior, as paredes, tetos e serão efetuados alguns envernizamentos dos edifícios das salas de aula e administrativo.

 SUBSTITUIÇÃO DA COBERTURA EXISTENTE DAS GALERIAS EM FIBROCIMENTO NA ESFA

Será efetuada a substituição do revestimento das coberturas em fibrocimento, que contêm amianto, por chapas metálicas onduladas pré lacadas em ambas as faces, sendo a face superior na cor de telha e a inferior em branco.

 OBRAS NO PAVILHÃO MUNICIPAL

A reabilitação é de caráter simples, na medida em que se trata de um espaço público, devidamente consolidado, onde o desenho, a arquitetura e a imagem se mantêm. É essencial que os utentes que o frequentam diariamente, praticantes de desporto e alunos da escola, se sintam confortáveis, para isso pretende-se dotar o edifício de melhor isolamento térmico e acústico.

Assim, a intervenção visa principalmente proceder à substituição do revestimento da cobertura em fibrocimento, que contém amianto e se encontra em mau estado de conservação. Por outro lado, pretende-se também a ampliação do edifício com a criação de um espaço de arrumos para material de desporto, nomeadamente, tabelas de basquete e colchões de proteção do pavimento e dotar o edifício de condições para utentes com mobilidade condicionada, com a criação de duas instalações sanitárias adaptadas e acessíveis a utentes com mobilidade condicionada. Será ainda efetuada a reparação do pavimento existente no ginásio, um novo pavimento em mosaico cerâmico semelhante ao existente.

Será ainda aberto um vão fixo no piso superior, de modo a que, pelo menos duas pessoas com mobilidade condicionada possam assistir às atividades desportivas.

Escolas de Mangualde – investimento de meio milhão de euros

Assinatura – Uma grande secretária de estado e um grande presidente da câmara

Já é sina. Governos da direita param investimentos, governos PS voltam a investir na Educação.  Demorou a confirmação mas já está assinado. As escolas de Mangualde vão receber um investimento que se destina à melhoria de algumas instalações muito degradadas. Nomeadamente o pavilhão desportivo que era um problema de anos. Temos de salientar também a questão das placas de fibrocimento que finalmente vão ser retiradas

João Azevedo, Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, assinou os acordos com a Secretária de Estado Adjunta da Educação, Alexandra Leitão, para investimento no Parque Escolar. O investimento no melhoramento do parque escolar rondará o meio milhão de euros e contará com apoios dos fundos comunitários. Mangualde vê assim o seu Parque Escolar melhorado e as suas condições de ensino acrescidas de qualidade. Nesse sentido, dará início o processo de requalificação do Pavilhão Gimnodesportivo da Escola Secundária Felismina Alcântara (ESFA) e a pintura das salas de aula da ESFA, a reabilitação do Pavilhão Municipal de Mangualde e a construção de cobertura de apoio na entrada da Escola Gomes Eanes de Azurara.

 

REQUALIFICAÇÃO DO PAVILHÃO GIMNODESPORTIVO DA ESFA

A intervenção no Pavilhão Gimnodesportivo da ESFA visa principalmente proceder à substituição do revestimento da cobertura em fibrocimento, que contém amianto e se encontra em mau estado de conservação por painéis em chapa metálica pré lacada, tipo “sandwish”. Pretende-se ainda também a ampliação do edifício com a criação de um novo espaço também destinado a ginásio, onde serão colocados os colchões de proteção do pavimento. Serão igualmente efetuadas alterações em espaços existentes, no sentido da criação de um compartimento destinado a arrumos de materiais e equipamentos desportivos. O alpendre, coberto para abrigo dos alunos, será fechado através da construção de paredes exteriores, onde será criada uma zona de entrada e receção, complementada com a construção de um corredor ao longo da frente atual dos balneários, para facilitar o acesso confortável a todos os espaços do edifício.

Serão também melhoradas as condições de acesso para utentes com mobilidade condicionada, através da criação de três rampas de acesso. Será ainda efetuada a substituição do pavimento existente no ginásio, sobre o qual será aplicado um novo piso desportivo em polipropileno de alto impacto.

No que refere às salas de aula, serão pintadas, no interior, as paredes, tetos e serão efetuados alguns envernizamentos dos edifícios das salas de aula e administrativo.

SUBSTITUIÇÃO DA COBERTURA EXISTENTE DAS GALERIAS EM FIBROCIMENTO NA ESFA

Será efetuada a substituição do revestimento das coberturas em fibrocimento, que contêm amianto, por chapas metálicas onduladas pré lacadas em ambas as faces, sendo a face superior na cor de telha e a inferior em branco.

 OBRAS NO PAVILHÃO MUNICIPAL

A reabilitação é de caráter simples, na medida em que se trata de um espaço público, devidamente consolidado, onde o desenho, a arquitetura e a imagem se mantêm. É essencial que os utentes que o frequentam diariamente, praticantes de desporto e alunos da escola, se sintam confortáveis, para isso pretende-se dotar o edifício de melhor isolamento térmico e acústico.

Assim, a intervenção visa principalmente proceder à substituição do revestimento da cobertura em fibrocimento, que contém amianto e se encontra em mau estado de conservação. Por outro lado, pretende-se também a ampliação do edifício com a criação de um espaço de arrumos para material de desporto, nomeadamente, tabelas de basquete e colchões de proteção do pavimento e dotar o edifício de condições para utentes com mobilidade condicionada, com a criação de duas instalações sanitárias adaptadas e acessíveis a utentes com mobilidade condicionada. Será ainda efetuada a reparação do pavimento existente no ginásio, um novo pavimento em mosaico cerâmico semelhante ao existente.

Será ainda aberto um vão fixo no piso superior, de modo a que, pelo menos duas pessoas com mobilidade condicionada possam assistir às atividades desportivas.

 GALERIA ENTRADA ESCOLA GOMES EANES DE AZURARA

Pretende-se com esta intervenção a execução de uma galeria de receção junto à portaria principal da Escola Gomes Eanes de Azurara, para que os alunos possam aguardar pelos pais protegidos do calor e intempéries na zona de entrada

Inauguração da USF

Inauguração

Uma obra que mereceu na altura criticas da atual oposição autárquica… mas agora o sempre arranjaram um secretário para a inauguração. Por acaso este é dos que vem  inaugurar tarde e a más horas .. mas vem.

Segundo comunicado oficial:

Foram hoje (17 de julho) inauguradas as novas instalações da Unidade de Saúde Familiar de Terras de Azurara. Esta foi uma obra que constituiu um investimento superior a meio milhão de euros. A cerimónia contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, e do Secretário de Estado Adjunto do Ministro da Saúde, Fernando Leal da Costa.

Permitir a acessibilidade aos cuidados de saúde e ao médico de família bem como proporcionar um maior conforto aos utentes instalando a Unidade de Saúde num edifício adaptado para o efeito e com uma localização privilegiada, foram os principais objetivos desta empreitada cujo valor da intervenção foi de 452.938,83€ no edifício e 148.873,33€ nos arranjos exteriores.

 «SATISFAÇÃO DOS UTENTES E DOS PROFISSIONAIS DE SAÚDE É UMA PRIORIDADE»

– JOÃO AZEVEDO, EDIL MANGUALDENSE

«Com esta nova unidade de saúde, localizada estrategicamente no centro urbano, pretende-se obter ganhos efetivos na satisfação dos utentes e dos profissionais de saúde, nomeadamente com o atendimento à hora marcada», sublinhou o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo. A intervenção consistiu na adaptação de um edifício existente para instalação da Unidade de Saúde Familiar, através do redimensionamento do espaço interior dotando-o de espaços apropriados à atividade a desenvolver. Foram ainda criadas novas infraestruturas de água, esgotos, eletricidade, telefone, aquecimento, ventilação e ar condicionado, adaptadas com sustentabilidade às atuais necessidades deste tipo de serviço.”