Toda a gente sabe

…que depois das eleições vão surgir novos cortes: ordenados e pensões, de novo.

Ora…temendo que lhe possam ir ao “bolso” o PR vai dizendo que “vê possibilidade de o Governo liderado por Pedro Passos Coelho não ter respeitado a equidade fiscal entre cidadãos e, nesse sentido, Cavaco Silva afirmou a sua expectativa de que os pensionistas não sejam alvos de novos cortes. Aliás, pelo contrário: é altura de começar a corrigir injustiças passadas.

LOL….

Preocupadinho, hein?

Um desabafo…pois os alunos são os principais prejudicados….

Eis  o Governo a convidar-nos a mentir.

Há já alguns anos que não vou ao Centro de saúde nem ponho os olhos no meu médico de família.

E isto por simples e compreensíveis motivos:

– Se desenvolvo uma gripe grave e necessito, com urgência, de oxigénio e de um injetável para me facilitar a respiração vou a uma clínica. (Graças a deus ainda posso)

– Se necessito de um teste do sono …vou a uma clínica do sono. Passo a noite ligada a elétrodos…enquanto noutra sala um técnico monitoriza os meus diversos estágios de sono….coisa que penso ainda não ter chegado ao Centro de Saúde….de Mangualde.

– Se os meus ossos quase me poem louca de dor …corro, em atroz sofrimento, a um ortopedista.

É ele quem me pede radiografias, é a ele que as mostro. É ele quem me prescreve a medicação, é ele quem, posteriormente, me faz o tratamento no consultório.

Do mesmo modo é ele quem me trata quando os meus polegares “não obedecem”… e me doem com’o caraças. Quando não consigo pegar numa caneta, pegar num prato, fazer um nó nos atacadores, calçar umas peúgas, escrever um SMS, conduzir e, ainda que em repouso, me torturam com dores…é ao meu ortopedista que me dirijo para me tratar ou proceder a uma cirurgia.

Mas o meu ortopedista, apesar de saber o quanto sofro, diz que não pode passar-me um atestado médico: depois de retirar líquido de um joelho e subsequentemente injetar no dito um medicamento para diminuir a inflamação e as dores diz-me que só pode recomendar gelo e repouso. Ora…gelo e repouso são incompatíveis com o ir dar aulas, certo?

Então o que é que o governo recomenda? Que vá ao Centro de Saúde pedir um atestado da minha triste situação clínica a um médico que não sabe, não viu, não tratou, não poderia tratar pois que não é especialista…que ateste que estou mal e preciso de repouso durante 1 dia ou 2.

Se isto não é falsear a Verdade…dizei-me, por favor, o que raio é!!!

Isto é fazer de conta…é mentir! Mas é assim que o Governo quer. À semelhança do que tem feito aos Portugueses…quer que sejam os Portugueses, nos seus atos do quotidiano a mentir.

Não seria mais sério ser o médico que me trata a passar o comprovativo da minha incapacidade temporária para comparecer ao serviço? Se ele é quem me diagnostica e me trata por que diabo há de ser um médico do Centro de Saúde a passar tal documento?

Ah… mas se é de suspeita que se trata… que haja fiscalização…. Dir-me-eis que é por isso que tem de ser um médico do Centro de Saúde? Repito- fiscalização.

Agora convidarem-me a participar numa mentira fazendo de conta que quem me tratou foi o meu médico….isso não.

As principais vítimas: os alunos

Vou-me arrastando e piorando o meu estado de saúde até “dar o berro”! E então em vez de os alunos ficarem 2 ou 3 dias sem aulas …depois ficam 20 dias ou mais. Atrasa-se sim todo o seu processo de aprendizagem…mas…não é isso que o governo quer? Quantos mais alunos com baixo aproveitamento melhor – dá-lhe “armas” para poderem implementar o ensino privado alegando que só assim os alunos podem aprender e que os “outros” são social e academicamente desadaptadas…Ólarilo-lé!!!

Ainda na passada 5ª feira me senti mal numa aula: os alunos estavam a fazer prova escrita e eu tinha de andar a circular pela sala. As dores eram tantas que me senti enjoada primeiro, e prestes a desfalecer, depois. Penso que tinha até alguma febre. Foram os alunos…eles mesmos, quem deram conta de que eu estava a ficar branca e me pediram que me sentasse.

Agora tenho aqui dezenas de provas escritas para corrigir…se as minha mãos me permitirem pegar numa caneta…Ontem tentei debalde. Hoje vou tentar novamente…

…estou  a ver que lá para o Verão terão as classificações das provas…. (por este andar…ou melhor…desandar!)

Também seria bom…

… que o MEC pensasse na logística antes de lançar Cursos que supostamente deviam responder “a necessidades dos alunos”…”necessidades mais práticas”…

 

A parte de “o ano letivo abriu bem” é a piada que o ministro conta para tirar aquele ar sério à pobre menina que o está a entrevistar!!! (com uma tal subtileza que nem se chega a perceber a piada).

“Há SEMPRE UM OU OUTRO PROBLEMA LOGÍSTICO”…esqueceu-se de dizer que em muitos casos esse “piqueno” problema logístico compromete o sucesso de qualquer medida que um professor queira trabalhar com um mínimo de seriedade!

Como pensa o Ministro que se consegue trabalhar nas disciplinas ditas práticas se, por vezes, nem material, nem espaço físico existe? Design e fotografia, massagista, canalizador, cozinheiro, eletricista….muito bem mas como?…

Brincamos…de novo!!!

(Um outro dia falarei do que é que REALMENTE SE PRETENDE com estes cursos VOCACIONAIS)….

Da produtividade…ou da falta dela!

“São horas. Numa qualquer escola deste belo país, jardim à beira-mar plantado, um solícito e experiente professor apresenta-se na sala que lhe foi destinada para …como direi?…dar apoio a alunos.

Entra numa sala, depois de a custo subir 2 lances de escadas, pousa a pasta na secretária, o sombreiro no “caixote” e a mala de itens pessoais na cadeira junto à secretária. Continue reading

Ora…como eu dizia há dias….

…a autonomia das escolas pode ser algo muito perigoso….

(…)

Mas…interessante mesmo é a parte final da notícia:

“Tentámos contactar ontem o diretor da escola, Jaime Carlos, mas este nunca esteve disponível. O Correio da Manhã enviou perguntas por e-mail que também não tiveram resposta.

Questionado pelo CM, o Ministério da Educação também não respondeu.”

[ Anda tudo mudo….ou a fazer ouvidos de mercador…]

 

 

Vede só o que eu não imaginava sequer.

Uma pessoa sestá sempre a aprender. 

Eu não sabia que o “grosso” dos pensionistas eram…professoras viúvas!

Pensava eu-erradamente– que houvesse O ” Ti’Manel”, viúvo, em cuja casa vivem dois filhos e duas noras, mais os netos. É que a fábrica fechou e os casais ficaram desempregados. Ajudam o ti’Manel no que podem mas é a magra pensãozita dele que vai matando a fome a todos.

Ou a Laurinda, viúva também , que se mantém com a pensão do falecido e mesmo assim faz contas antes de ir à farmácia . Peixe é “coisa” que não entra lá em casa. Come mal. Mal mesmo. Mas ao menos vai comendo….

Mas isso era o que eu pensava – ERRADO!

Os pensionistas são, na sua maioria, professoras viúvas a ganhar boas reformas. CLARO QUE NÃO É JUSTO

besta

TRAPALHADA: só mais uma, deste Governo Nosso!

E continuo a dizer que Mangualde foi prejudicado propositadamente.

É que nem a pontuação, (mais de 60 pontos) nem os restantes critérios alegadamente aplicados obstariam a que Mangualde ficasse sem Educação de Adultos.( critérios já de si “manhosos” e cálculo da pontuação que pelo menos eu desconheço)

Concentrar 3 centros em Viseu, obrigando os adultos a deslocarem-se, é mais um ataque aos cidadãos do distrito.

Espero bem que alguém reclame com “unhas e dentes”!

A Agência Nacional para a Qualificação e o Ensino Profissional (ANQEP) aprovou 206 candidaturas para a constituição dos novos centros que vão substituir as estruturas do programa Novas Oportunidades, quase o dobro do máximo que tinha sido anunciado antes pelo Governo para integrar a nova rede.

http://www.publico.pt/sociedade/noticia/centros-que-substituem-novas-oportunidades-serao-o-dobro-do-anunciado-pelo-governo-1608121