E fez-se história

Esquerda aprova orçamento

Era o fim do Mundo. Tudo ia correr mal. Era impossível. O cavaco não deixava, o comunidade nunca deixaria, o Marcelo ia dissolver  a Assembleia.., eleições… os mercados.. ai Jesus os mercados… o bloco ia roer a corda, o PCP esse já tinha roído antes.Ah mas agora é ABRIL… ai Jesus em Abril é que vai ser.

A página virou.E da discussão ficou para além desta imagem simbólica e única o desespero constante de uma direita anti-patriótica, que se acha com direito divino a governar.

COSTA  é um político à antiga, com uma enorme capacidade de discutir, dialogar e fazer pontes. E fez este pequeno milagre. Claro que os PAFIOSOS sem vergonha deixam tudo minado. ( Banif, BES, TAP, incumprimento no orçamento… ) Claro que a direita europeia tudo vai tentar. Mas esta é a nossa oportunidade. e António Costa vai conseguir.

E Costa ganhou … diz a Manuela

Ganhou e mais nada

Mas diz mais:

“A Comissão Europeia cedeu ao aceitar que a reversão de algumas medidas de austeridade (como a reposição dos cortes nos salários da função pública e a redução da sobretaxa) contem como medidas extraordinárias, defendeu Ferreira Leite. E o Governo, por sua vez, teve de “ajustar alguma coisa no défice estrutural”, um conceito que diz ser muito difícil de calcular: “Aquilo é tudo de alguma fantasia. São conceitos de tal forma teóricos que julgo que não há duas pessoas que cheguem ao mesmo cálculo”, apontou.”

Negociações à parte, o que fica é um Orçamento de Estado com “contas equilibradas” e que mereceu a aprovação genérica da ex-líder do PSD.