Seja!

O apoio aos alunos e a coadjuvação vão passar a ser considerados componente lectiva, adiantou hoje o secretário de Estado da Administração Escolar, João Casanova de Almeida, conforme previsto no despacho de organização do ano escolar ainda por divulgar.

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/educacao/detalhe/apoio_ao_estudo_e_coadjuvacao_passam_a_ser_componente_lectiva.html

O TEMPO

Previsão para 6ª feira, 24.maio.2013
INSTITUTO PORTUGUÊS DO MAR E DA ATMOSFERA

Céu pouco nublado ou limpo, aumentando temporariamente de nebulosidade no interior das regiões Centro e Sul durante a tarde.
Vento em geral fraco (inferior a 20 km/h) do quadrante norte, rodando temporariamente para sudoeste na costa sul do Algarve e soprando moderado (20 a 35 km/h) de noroeste no litoral oeste, em especial durante a tarde.
Neblina ou nevoeiro matinal, em especial no litoral das regiões Centro e Sul.

Índice UV

MUITO ALTO UV 8UV 9UV 10
CUIDADO! Utilizar óculos de Sol com filtro UV, chapéu, t-shirt, guarda-sol, protector solar e evitar a exposição das crianças ao Sol.

http://www.ipma.pt/pt/otempo/prev.descritiva/

http://www.ipma.pt/pt/ambiente/uv/

Os Albertos Joões por este país fora

Existe uma categoria de políticos nacionais e locais que eu designo pelos Albertos Joões. Ou seja, são ditadorzecos que têm como imagem de marca fingirem que são tolinhos. Bem alguns são mesmo.

E então ao longo do  tempo vão construindo a sua imagem. Vingativos, decisões inesperadas, criam o grupinho de fiéis, dependentes, os obedientes. São da elite mas se for preciso até fingem que são do povo. São de direita e aliam-se à esquerda, ou vice-versa. Mandam umas gargalhadas tolitas e  ameaçam. E assim vão criando um estatuto de  inimputabilidade. São tolinhos já ninguém liga. Quando chegam a essa fase de serem considerados tolinhos atingem o seu ponto alto de evolução. Podem fazer qualquer coisa que ninguém lhes dá importância. O que é ao mesmo tempo a sua vitória e a sua derrota pois eles precisam do reconhecimento público para sobreviverem.

Só que isso é tudo uma farsa. Eles sabem bem o que estão a fazer para destruir aqueles que na sua cabeça algo demente elegeram como inimigos.

O problema é que eles sabem que esses pseudo inimigos sabem muito bem o que eles são, do que são capazes e, azar dos azares., estão-se borrifando para eles e para as suas tolices. E ainda para mais sabem coisas. Mas acima de tudo não vão ao beija-mão, não andam a bajular. E isso … meus caros é a coisa pior que se pode fazer ao Alberto João.

Nada é verdade…

...” Tudo é um amontoado de ilusões.
Aquilo a que chamamos verdade é aquilo a que também chamamos o ser. Verdadeiro é o que é. Mas o que é é ilusão. Por isso a verdade é a ilusão, é uma ilusão.
A que abismo vamos ter?
Quanto mais forte o pensamento, o sentimento, a vontade, maior o poder criador.
O que a ocultistas é verificável é falso. Há imortalidade, mesmo eternidade da alma, mas isto é falso. Há um Deus eterno, criador do céu e da terra, e isto é falso. Ser é não ser.
Nunca podemos deixar de criar, por isso nunca podemos deixar de mentir.
A própria ilusão é uma ilusão.”

Textos Filosóficos . Vol. I. Fernando Pessoa. (Estabelecidos e prefaciados por António de Pina Coelho.) Lisboa: Ática, 1968 (imp. 1993).
– 44.

Meu caro amigo Y…

Lamentável, não é? Terem abolido a escravatura e legislado o direito à greve! Lamentável também terem deixado qualquer “zinhO” votar! As mulheres, então? Que ideia triste…deixar as mulheres votar!

 Mais: bons tempos aqueles em que  a mulher ficava em casa a cuidar do filhos e esperava, alegre, que o seu homem chegasse da faina. Nessa altura sim: Deus, Pátria e Família…e não havia outras ideias estapafúrdias nem pretensões além do “ser pobrezinho mas ser feliz”!

Os garotos…os garotos andavam na 3ª classe cheios de fome e de “porrada” e depois iam para o campo, ou para as fábricas, pois! E as garotas iam para a “costura”…

 Nos dias de hoje toda a gente tem “opinião”! Que disparate! Mais…houve alguém que se lembrou de legislar “essa coisa da liberdade de expressão, que diabo”!!!

Querem o quê? Abalar a ORDEM SOCIAL? Destruir os alicerces do Poder de Inspiração DIVINA?

É urgente um regresso ao passado: corremos o sério perigo de entrar numa DEMOCRACIA, que diabo!!!

 

Há momentos, na História de um povo, que simplesmente nunca deviam ter existido, não é assim?