E continua a saga dos dinossauros e independentes

Estes acontecimentos de Loures, Gondomar, Matosinhos, Ponte Lima, Nelas… ultrapassam os limites da lógica e da decência política.

São membros da comissão politica que colocam as candidaturas do seu partido em tribunal. Temos candidatos que foram de partidos e depois passam a independentes, temos independentes que passam a ser candidatos de partidos…. enfim uma salgalhada que não ajuda a dignificar o poder autárquico.

Eu acho que os independentes são importantes, trazem novas caras, novas ideias à politica local.São elementos de reforço. Mas essa mania de tentarem rapidamente serem candidatos de partidos não me agrada. Se são independentes que o sejam a sério.

Não vejo, como referi, qualquer problema na entrada nas listas autárquicas de pessoas de outros partidos ou de independentes. Desde que:

1-Sejam competentes e tragam algo de novo para a dinâmica local.

2-Não tenham estado há pouco tempo envolvidos em acções agressivas no  ataque ao partido pelo qual se candidatam.. Ou seja, vamos ter memória.

Assim sendo desde que se verifiquem as condições anteriores eu  vejo como normais situações como as seguintes:

-Um membro do CDS ou do PSD  pode ser candidato  por outro partido? Claro que sim. Sobretudo se for da tendência da democracia cristã é  muito bem vindo.

-Um antigo membro da autarquia de um partido deve poder ser candidato por outro partido? Claro que sim. Desde que tenha tido uma postura moderada , dialogante e equilibrada. Deve deixar algum tempo para as coisas acalmarem, mas depois tudo bem.

Mais do que o seu posicionamento e a sua origem  interessa a forma como se comportou antes.

O que me leva a outra questão mais curiosa. Um militante ou ex-militante do um partido deve poder ser sempre candidato por esse mesmo partido? Sim , desde que não tenha andando durante anos  a fazer campanha contra  autarcas do partido, a divulgar informações  internas, a ser um espião, a contestar todas as decisões que envolvessem determinadas instituições.  Esses até podem é claro, mas não devem. Esses, meus caros, não gosto de os ver nas listas . Nem eles se deviam gostar de ver.

 

Tagged . Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*

This blog is kept spam free by WP-SpamFree.