Apresentação do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais 2016 de Mangualde

Apresentação do dispositivo de combate a incêndios florestais

O auditório da Câmara Municipal de Mangualde acolheu hoje, 27 de maio, a apresentação do Dispositivo Especial de Combate a Incêndios Florestais 2016 de Mangualde (DECIF). A apresentação foi conduzida pelo Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, e contou com intervenção do Comandante dos Bombeiros Voluntários de Mangualde, Carlos Carvalho.

 Para o edil mangualdense, ‘é necessário estramos preparados e conhecer o que se passou no passado e pode acontecer no futuro’. Isto porque considera que ‘temos de estar preparados para sermos competentes na nossa ação’. Para João Azevedo, ‘as pessoas merecem que lhes seja apresentada a qualidade e competência destes serviços para conseguirem perceber o que fazemos no território. São forças de combate que tem de ser respeitadas’. À equipa do DECIF deixou um alerta e espera que ‘todas as equipas estejam em rede e cumpram a hierarquia de comando, para que tudo funcione devidamente’.

 Na sua intervenção, o Comandante dos Bombeiros Voluntários de Mangualde reforçou a importância de ‘termos uma força capaz de responder às diferentes situações que possam vir a acontecer no concelho’. E reforçou ‘nós não vivemos de forma isolada, vivemos em rede… e nós estamos aqui para dar o nosso contributo nesse sentido’. Carlos Carvalho deseja que ‘seja um ano mais tranquilo do que o ano que passou’ e afirma que a população ‘pode contar com este dispositivo para tornar o concelho mais seguro’.

No âmbito do dispositivo agora apresentado, estão afetos ao combate a incêndios florestais em Mangualde cerca de 43 operacionais e 11 veículos de combate ou apoio ao combate. Os meios, humanos e materiais, estão distribuídos pelos Bombeiros Voluntários de Mangualde, pela GNR, pela Proteção Civil Municipal, pelos Sapadores Florestais, entre outros agentes de proteção civil. Os kits de 1ª intervenção das Juntas de Freguesia estão disponíveis em Alcafache, Espinho, Fornos de Maceira Dão, São João da Fresta, União de Freguesias de Moimenta de Maceira Dão e Lobelhe do Mato, União de Freguesias de Santiago de Cassurrães e Póvoa de Cervães, União de Freguesias de Mangualde, Mesquitela e Cunha Alta e União de Freguesias de Tavares.

Durante a apresentação foi destacada a importância da preparação e prontidão para um período crítico, que se prevê com condições muito adversas em termos de combate aos incêndios florestais. Foi ainda referido que a segurança ocupa sempre as prioridades não descurando a missão e as estratégias necessárias para uma eficaz e eficiente gestão das ocorrências.

Ministro da Agricultura em Mangualde – Mangualde na liderança do desenvolvimento rural

Ministro da Agricultura em Mangualde

Hoje, 25 de maio, Mangualde foi capital nacional do desenvolvimento local. A cerimónia nacional de assinatura de protocolos entre a Autoridade de Gestão PDR2020 e os GAL – Grupos de Ação Local, para a gestão da Medida 10 – DLBC Rural/FEADER decorreu no Auditório do Complexo Paroquial de Mangualde e foi presidida pelo Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural, Capoulas Santos. A sessão contou ainda com a presença da Gestora do PDR2020, Gabriela Feitas, e do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo.

 Para o edil mangualdense ‘foi com gosto que acolhemos esta iniciativa, uma iniciativa de âmbito nacional que promove a apresentação do plano de investimento para os pequenos, médios e grandes agricultores’. Reforçando ‘foi o pontapé de saída para investimento no setor primário no nosso território’. 

 O Ministro da Agricultura, Florestas e Desenvolvimento Rural exortou os GAL ‘a lançarem rapidamente os avisos para a abertura de candidaturas a fundos comunitários, de forma a recuperar o atraso do Programa de Desenvolvimento Rural’. Considerando uma feliz coincidência, ‘ter sido hoje publicada a portaria que põe em execução as diversas medidas’. Capoulas Santos quer agora concentrar-se ‘na execução deste e dos demais programas’, numa altura em que começa a ter ‘a casa arrumada’. ‘Temos já um calendário previsional para as decisões finais sobre um conjunto de concursos que foram sucessivamente abertos no ano passado. Desejo que rapidamente possamos ter a situação normalizada e ter o PDR em plena execução, porque o país e o desenvolvimento rural em especial muito precisam disso’, acrescentou.

Pessoal – Saúde mais uma fase que está ultrapassada

Hoje foi dia de IPO em Coimbra. Anda em obras e hoje estava mesmo com muita gente.

Mas o que interessa é que tive “alta” da oncologia”. Já sabia os resultados da última TAC e hoje com os resultados das análises e marcadores o meu médico considerou-me estatisticamente curado. (Já lá vão quase 6 anos). Ou seja o risco de reaparecimento e de metátese continua a existir é claro , mas com um grau de probabilidade mais baixo. Apenas regressarei se o meu médico de família encontrar algum problema.

Agora só falta a consulta de cirurgia e retirar o cateter que anda por cá desde Agosto de 2010. Se fosse outra doença podia dizer que estaria curado. Nesta não podemos dizer isso de forma tão clara… mas é mais um passo.

BRICOTIR- Investe um milhão de euros em Mangualde

O Grupo Bricotir, empresa de destaque na área do transporte, abriu unidade em Mangualde. Com um investimento de cerca de um milhão de euros, e uma frota de meia centena de camiões, criou quarenta postos de trabalho diretos. O grupo empresarial é composto pela Bricotir Transportes, a Bricotir Imobiliária e a Britadão. A inauguração do espaço contou com a presença do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo.

Momento da inauguração

 Para o autarca, ‘este investimento vai trazer valor acrescentado à economia local e regional. Os territórios do interior só se conseguem valorizar e ser competitivos se tiverem emprego. Porque só desta forma se seguram as pessoas nesta zona e se promove o futuro’. João Azevedo reforça ‘o trabalho feito pela autarquia para a captação e apoio de novas empresas, um trabalho levado a cabo dia a dia para resolver e procurar soluções para as empresas que se querem instalar em Mangualde, da qual é exemplo a futura zona industrial, junto à A25’.

COAPE – garante escoamento de leite

Sessão nos Paços do Concelho

No passado sábado, 22 de maio, o Salão Nobre dos Paços do Concelho foi palco da assinatura da assinatura de dois protocolos por parte da Cooperativa Agropecuária dos Agricultores de Mangualde (COAPE): um contrato com a queijaria Vale da Estrela, que garante o escoamento do leite produzido pelos sócios, e um protocolo de assessoria técnica com a Associação Nacional de Criadores de Ovinos da Serra da Estrela (ANCOSE). Na cerimónia marcaram presença o Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, o Presidente da COAPE, Rui Costa, o Presidente da ANCOSE, Manuel Marques, e o antigo ministro, Jorge Coelho, que está a construir uma queijaria tradicional em Mangualde.

 Na sessão, o edil mangualdense destacou ‘a importância da criação de cerca de meia centena de postos de trabalho através da construção da queijaria, solicitando a Jorge Coelho que termine rapidamente o seu primeiro projeto para passar ao seguinte’. O autarca lembrou que são ‘os investimentos que atraem pessoas ao concelho’, sublinhando que ‘a criação de emprego, nos diversos sectores da economia do concelho, tem sido o seu principal objetivo desde que tomou posse como presidente da autarquia mangualdense’.

 Segundo Rui Costa ‘estes protocolos representam um marco histórico para os produtores de leite de ovelha do concelho’. Tratou-se da formalização de algo inédito, acreditando que ‘os dois acordos agora assinados irão permitir dar mais qualidade de vida aos produtores e criar as bases para assegurar o futuro do setor, ao torná-lo mais atrativo aos jovens, valorizando o leite, que dá origem ao queijo Serra da Estrela.’

 Já o empresário Jorge Coelho lembrou que ‘o queijo Serra da Estrela é único no mundo e deve ser promovido como tal junto dos consumidores, mostrando-se disponível para apoiar financeiramente uma campanha de informação, que terá como objetivo esclarecer as pessoas, evitando que “comam gato por lebre”’.

Manuel Marques mostrou-se satisfeito por o anúncio da construção da queijaria já ter resultado em alterações no mercado do leite, levando a uma subida do preço pago aos produtores. ‘Os produtores de leite têm o direito de viver do queijo Serra da Estrela e esta nova unidade é um passo nesse sentido’, sublinhou.

 

Inauguração de obras em Tibaldinho

O Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, inaugurou, as obras de requalificação do principal atravessamento urbano da povoação de Tibaldinho, Alcafache. Na cerimónia marcou presença o Presidente da Junta de Alcafache, Nelson Almeida e vários populares.

Inauguração

 Este investimento da autarquia mangualdense, de aproximadamente 85 mil euros, responde assim à necessidade de reduzir a velocidade do tráfego de passagem e de melhorar as condições de conforto e condições de segurança de todos os utentes da via.  Para o edil mangualdense ‘este trata-se de um importante investimento naquilo que consideramos ser um dos desígnios dos próximos anos na estratégia de desenvolvimento do concelho: regeneração urbana para o melhoramento das condições de conforto e segurança dos mangualdenses’.

 As obras de requalificação contemplaram o nivelamento das circulações pedonais e rodoviárias, demarcando-as pela aplicação de diferentes texturas de materiais, limitando a faixa de rodagem à largura de 4.00 m, obrigando a adoção de comportamentos de “cortesia” no cruzamento de viaturas, sendo que a zona destinada à circulação pedonal poderá ser utilizada para mitigar a escassez de largura no caso de cruzamento com viaturas de dimensões superiores, no caso particular dos pesados de passageiros.

Ministro da Agricultura em Mangualde – assinatura de protocolo nacional

João Azevedo e Capoula dos Santos

Mangualde continua a ser palco de iniciativas políticas de âmbito nacional. O ministro da Agricultura desloca-se a Mangualde no dia 25 de Maio. A visita tem por objetivo a assinatura do protocolo de articulação entre os GAL (Grupos de Ação Local) e o PDR (Programa de Desenvolvimento Rural) no âmbito do Portugal 2020.

Trata-se de um protocolo de dimensão nacional e fundamental para os investimentos do Portugal 2020. Mangualde na linha da frente.