Senhores do PAF … onde estão as contas?

Mário Centeno – Obervador

Segundo o Observador : “Mário Centeno, candidato a deputado e coordenador do cenário macroeconómico do PS, critica a ausência da quantificação de medidas no programa eleitoral da coligação PSD/CDS, considerando mesmo que se pode estar perante autênticas “bombas atómicas”. É o caso do plafonamento das pensões.

Em declarações ao Observador, o economista lamenta que se não se possa discutir com seriedade as propostas do PSD/CDS. “Não é assim que se faz política, muito menos em tempo de eleições. Aos olhos de um economista o que salta à vista é o que não está lá. Não está nada quantificado. Não estão identificados os custos de cada medida de modo individual. E há aqui potenciais bombas atómicas”, afirmou.”

Ou seja quando o PS apresentou as suas propostas as contas foram escrutinadas. Pediram-se explicações. Foram dadas. A coligação liberal manda umas postas de pescada e não explica nada

O mito da direita sobre o desemprego

Eu gostava muito de ver o desemprego baixar de forma consistente. Isso consegue-se com outras políticas e com investimento. A coligação liberal (PAF) anda  afazer uma festa , acompanhada pelos jornais do costume.

Só que a realidade ao bate certo com a miragem. É  evidente que a economia tenta reagir por si, as empresas para sobreviverem têm de comprar e substituir equipamentos.Logo a própria economia consegue melhorar. Mas políticas do governo não existem. Este textinho de Augusto Santos Silva  é claro e obetivo.

Fibra em Mangualde O regresso ao passado , rumo ao Futuro

Já lá vão uns anitos. No tempo do engenheiro Barreiros, Mangualde entrava num projeto de instalação de cabo e acesso à internet. Com o apoio do CET de Aveiro , futuramente PT Inovação, coordenado pela engª. Lusitana lançavam-se as primeiras bases para o futuro em termos de telecomunicações e internet. Fo im projeto pioneiro e serviu de base de estudo para outras iniciativas. Televisão na Cunha Baixa, Santiago, e em nas habitações da Conde D. Henrique. Telefone, acesso à internet, vídeo conferência. Na câmara estava o polo central. A escola secundaria desde muito cedo entrou no projeto com o Trends e Prof2000. Fomos das primeiras escolas a ter internet, a ter uma rede montada que servia a escola. Das dezenas de escolas do projeto a nossa dominava em termos de trafego. Depois a evolução tecnológica e os avanços e recuos políticos fizeram surgir outros projetos e outros caminhos. Mas não me esqueço que uma  das manias da gestão Soares Marques, era rapidamente acabar com a sala na autarquia. Não me esqueço que se recusaram receber a Engª Lusitana que vinha com uma proposta de levar Mangualde para as cidades digitais.

Mas isso é o passado. Agora temos uma outra oportunidade de avançar para o futuro. Uma oportunidade empresarial mas que devemos aproveitar. A NOS depois de ter instalado uma sala nas Chãs de Tavares está a proceder à instalação de fibra ótica na cidade.  Fibra a sério obviamente. A operação prevê a implantação de oito células divididas pela cidade e com áreas de influência alargadas, e pelas povoações de Mesquitela, Santo André, Fagilde e Vila Garcia.

A filosofia não e de antigamente, mas é mais uma oportunidade, mais um caminho para os empresários, para as escolas e para os serviços. Espero que em breve outras empresas como a Vodafone surjam  no mercado.

Agora é preciso que os Mangualdenses e as empresas em particular a utilizem de forma produtiva, construindo hoje o Regresso ao Futuro.

O “PESTE GRISALHA ” REGRESSA

Ei-lo

Este é o deputado Carlos Peixoto, que, foi ontem anunciado, lidera a lista da Coligação PAF (Portugal à Frente, a coligação PSD/CDS) pela Guarda.

Em 2013 este basbaque iluminado escreveu, referindo-se aos reformados:  “A nossa pátria foi contaminada com a já conhecida peste grisalha”, num artigo onde acusava os mais velhos de exaurir os recursos da nação com as suas reformas e pensões.

Parabéns PSD / PP pela escolha de candidatos.