Uma questão de respeito pelos valores democráticos

Uma eleição não é uma guerra. É normal em democracia que os derrotados tenham a gentileza e boa educação e felicitar e desejar boa sorte aos vencedores. Quer seja de forma pessoal  ou por uma mensagem. Foi assim em 2005 quando João Azevedo e a sua equipa se deslocou à sede do PSD. É bonito e faz parte das regras. É uma espécie de “enterro do machado de guerra” e demonstra disponibilidade para ajudar no futuro

Por isso mesmo, tenho a certeza que tal aconteceu este ano.

Seguro foi um dos grandes vencedores

Não sou especial apoiante de Seguro.Mas irrita-me a constante perseguição . António José Seguro conseguiu um resultado notável. Fez uma campanha quase perfeita. Falhou antes na escolha de alguns candidatos.

Perder em Braga e na Guarda é normal. Algumas vez tinham de mudar. Agora reconquistar a ANM e ter brilhantes resultados por esse país fora é muito importante.  Seguro foi ele mesmo. Colocou a fasquia baixa e foi para o terreno. Aproveitou as sinergias dos candidatos e correu o país. Foi a formiguinha. Um a um , voto a voto, pessoa a pessoa. Ganhou. Por muito que o tentem desvalorizar foi um dos grandes vencedores.

A direita mangualdenses perdeu estrondosamente

Foi um resultante humilhante para a direita em Mangualde. Mas que é que esperavam? O CDS desapareceu. Não soube agregar as suas figuras mais importantes. Fica lá perdido na coligação. O PSD andou 4 anos a falar na praia . E insistiu. PERDEU

A coligação não ganhou com o seu símbolo uma junta sequer. Moimenta era uma lista independente (embora pouco), na Freixiosa ganhou uma lista de cidadãos e em Espinho uma lista que fez grande parte da sua campanha a colar-se a João Azevedo. ( e existia uma lista PSD que ficou em 3º lugar)

Portanto perdeu tudo. E perdeu porque fez uma campanha errática, desorganizada e sem estratégia.

Tinha pessoas como Joaquim Messias e aposta numa campanha trauliteira à moda de Sobral Abrantes. Em vez de tentar afastar-se de Soares Marques coloco-o nos comícios. Foram agressivos. Passaram a vida a atacar e a fazer acusações. Os “eslogans” uma lástima. Os outdoors idem. O PSD é laranja não é vermelho. Começam por comícios, completamente fracassados, e depois tentam mudar de estratégia. Era tarde.

Estas eleições exigiam ao PSD/PP humildade. Mas isso, eles nunca têm. Exigiam um trabalho de muitos meses na rua. Mas preferiram ir de férias. As eleições ainda se ganham na rua, desde que servidas por uma estratégia de Marketing coerente. Exigiam um discurso moderado, ponderado com propostas concretas e especificando onde arranjam o dinheiro.

O PSD começou a perder estas eleições há 4 anos. Quando os seus vereadores eleitos abandonaram a autarquia. Quando os outros vereadores andaram 4 anos a tentar bloquear o trabalho da autarquia, em vez de colaborar. Quando o seu candidato se demite da Assembleia. Quando a sua comissão política se limita a obedecer às ordens da distrital em vez de se juntar aos Mangualdenses.

Foram erros a mais. Ingenuidade a mais. Armanço a mais. Assim é natural.

Eleições- Comentário mais pessoal

Hoje irei falar em eleições. Mas permitam-me primeiramente um comentário mais pessoal.

O Mocho existe há muitos anos. Durante estes anos lutou por Mangualde, ao lado dos Mangualdense e apoiou claramente João Azevedo. E não fiz mais que a minha obrigação de militante socialista.

Assim, como é costume, fui alvo doa ataques dos anónimos cobardes. Mas será que esta gente não percebe que quanto mais nos atacam mais força nos dão? Será que não percebem que ao desviar atenções daquilo que devia ser o vosso foco estão a ajudar para a vitória do Mocho. Tal como muitos Mangualdenses nós também fomos vencedores ontem. Não foi apenas a equipa principal que ganhou. Todos os que ajudaram de uma forma ou outra ganharam.

A estratégia do Mocho foi diferente para estas eleições. Não foi de ataque, mas sim tranquila sem fazer ondas. Porque era isso que interessava. Os ataques ao PS tinham que vir da coligação de direita. E vieram. E perderam.

Por isso estou particularmente feliz.

Apuramento de resultados suspenso

É UMA VERGONHA. PARECE QUE REGRESSÁMOS AO PREC.

Resultados atrasados durante toda a noite.

Aviso do portal do eleitor:

As operações do Escrutínio Provisório estão suspensas em virtude da não comunicação dos resultados pelos elementos das autarquias locais em falta, credenciados para o efeito, apesar das exaustivas tentativas da DGAI até às 3h45m. 

Os trabalhos de recolha dos resultados em falta serão retomados a partir das 10h de hoje.

Grande … grande vitória de João Azevedo em Mangualde

Amanhã farei uma análise mais detalhada pois ainda faltam alguns números. Mas tenho alguns recadinhos para os cobardolas anónimos e não só

Hoje fazia anos e os Mangualdenses deram-me uma prenda especial. Uma estrondosa vitória. Conseguimos 5 vereadores uma diferença brutal.

final

E uma curiosidade. O PSD/PP não ganhou em nenhuma freguesia com o seu símbolo. O PS perdeu em Moimenta, Freixiosa e Espinho para listas de independentes.
final
final

E queria na hora da Vitória saudar o João Paulo de Espinho. Não ganhou mas foi à luta.

E claro saudar os presidentes de Junta Vencedores. Na Cunha Baixa, nas Chãs, Mangualde, Fornos, Alcafache, S.João  da Fresta, Santiago.

Leonor Pais que resiste  e aumenta o número de deputados.

Amanhã falamos.. Olá se falamos. Agora tenho de comemorar. Colocarei em breve alguns números

Resultados

Todos resultados provisórios

Abrunhosa  a velha – excelente foram : 253 PS, 49-PSD  7 cdu

Cunha ALta – PS 67; psd;19 e CDU 3-

Abrunhosa do Mato- PS ganha

Lobelhe PS ganha mas falta moimenta

PS GANHA freguesia cunha baixa

Ganhámos ALCAFACHE

PS GANHA CHÃS

Ganhámos Santiago

Fornos ganhámos

Em espinho ganha o Monteiro- Independente

MEsa da Mesquitela ganhamos