Afinal a ETAR anda e bem

Continuam em força as obras da futura ETAR que vai acabar com a lagoa da dita . O estradão será também alcatroado e criada uma rotunda junto da Patinter . Abre-se assim a possibilidade do acesso devidamente pavimentado da estrada que virá da rotunda à Roda.

Bem alguns candidatos da oposição não perceberam que já não estamos na pré-história da politica em Mangualde.

Pormenor das obras

Pormenor das obras

 

 

E continua a saga dos dinossauros e independentes

Estes acontecimentos de Loures, Gondomar, Matosinhos, Ponte Lima, Nelas… ultrapassam os limites da lógica e da decência política.

São membros da comissão politica que colocam as candidaturas do seu partido em tribunal. Temos candidatos que foram de partidos e depois passam a independentes, temos independentes que passam a ser candidatos de partidos…. enfim uma salgalhada que não ajuda a dignificar o poder autárquico.

Eu acho que os independentes são importantes, trazem novas caras, novas ideias à politica local.São elementos de reforço. Mas essa mania de tentarem rapidamente serem candidatos de partidos não me agrada. Se são independentes que o sejam a sério.

Não vejo, como referi, qualquer problema na entrada nas listas autárquicas de pessoas de outros partidos ou de independentes. Desde que:

1-Sejam competentes e tragam algo de novo para a dinâmica local.

2-Não tenham estado há pouco tempo envolvidos em acções agressivas no  ataque ao partido pelo qual se candidatam.. Ou seja, vamos ter memória.

Assim sendo desde que se verifiquem as condições anteriores eu  vejo como normais situações como as seguintes:

-Um membro do CDS ou do PSD  pode ser candidato  por outro partido? Claro que sim. Sobretudo se for da tendência da democracia cristã é  muito bem vindo.

-Um antigo membro da autarquia de um partido deve poder ser candidato por outro partido? Claro que sim. Desde que tenha tido uma postura moderada , dialogante e equilibrada. Deve deixar algum tempo para as coisas acalmarem, mas depois tudo bem.

Mais do que o seu posicionamento e a sua origem  interessa a forma como se comportou antes.

O que me leva a outra questão mais curiosa. Um militante ou ex-militante do um partido deve poder ser sempre candidato por esse mesmo partido? Sim , desde que não tenha andando durante anos  a fazer campanha contra  autarcas do partido, a divulgar informações  internas, a ser um espião, a contestar todas as decisões que envolvessem determinadas instituições.  Esses até podem é claro, mas não devem. Esses, meus caros, não gosto de os ver nas listas . Nem eles se deviam gostar de ver.

 

A salgalhada das listas autárquicas

A constituição das listas para as autarquias é um processo mais complicado que qualquer bordado de Alcafache.

O X tem de entrar porque é do cimo da terrinha, o Y porque é do meio, o Z de baixo, o J porque traz a família, o H porque está o J , o F porque o E está na outra lista,  o W porque é da rua esquerda , aqueloutro da rua direita, ainda outro porque anda a dizer mal e convém que se cale e assim sucessivamente.

E depois ainda temos os independentes, mas que vão nas listas dos partidos,  o que eu acho muito bem, embora considere que os partidos não devem assentar nas  estruturas autárquicas. E acima de tudo só acho aceitável independentes, que se enquadrem ideologicamente no campo alargado do partido. É que andar a promover candidatos, que daqui 4 anos vão ligeirinhos oferecer-se ao candidato da oposição… Não gosto

O candidato que lidera é obrigado a gerir tudo isto,  e claro nem sempre a mistura fica com a qualidade devida.

 Felizmente cá pela terrinha, as listas do meu partido, têm conseguido um bom equilíbrio. O que não invalida que se morasse numa ou noutra freguesia, não hesitasse muito no momento do voto. Mas muito mesmo.

Mas sem entrar em pormenores (nesta fase), vejo por aí listas, nomeadamente para a Assembleia Municipal de alguns partidos / movimentos que são de uma pobreza arrepiante. A maioria dos candidatos, nem sabe o que é uma assembleia e outros estão lá porque são os tais, que têm de estar pois são do lugar x, y…. mandam umas bocas.

Festas da cidade 2017

Festas

De 27 de agosto a 3 de setembro, Mangualde prepara-se para receber milhares de pessoas nas Festas da Cidade , organizadas pela Câmara Municipal de Mangualde. Muita música, animação e atividades desportivas são as iniciativas de um evento que, ano após ano, atrai milhares de visitantes.

 O certame começa na noite de 27 de agosto, com a Noite das Escolas de Mangualde. Na noite seguinte, sobem ao palco os Melody Guys e a Banda Índice. Dia 29, os protagonistas da noite são Musicando e Banda VM. A Banda Capitão Mondego vai animar a noite de dia 30, e dia 31 a animação fica a cargo do Quinteto de Acordeões e o Grupo Kapittal. Na sexta-feira, 1 de setembro, sobe ao palco a Banda TIME e o cabeça de cartaz, Toy & Amigos.

No sábado, 2 de setembro, a animação começa cedo com uma Largada de Pombos, em parceria com a Sociedade Columbófila de Mangualde. Durante a tarde os visitantes podem assistir ao VIII Torneio Jovem de Xadrez e ao Torneio de Veteranos do Grupo Desportivo de Mangualde, bem como à atuação de Tiago Marques. Neste dia atuam Ranchos Folclóricos “Os Camponeses de Mesquitela” e “Os Azuraras de Quintela”, o Grupo Alta Definição, e Mickael Carreira termina a noite em grande no Largo. Dr. Couto.

No dia 3, último dia da festa, o dia arranca com o Concurso Nacional de Pesca Desportiva “Cidade de Mangualde” e com a Largada de Perdizes, Faisões e Patos Bravos. Bandas Filarmónicas, Ranchos Folclóricos, a Alcatuna e o Grupo de Concertinas de Mangualde são as apostas para animar a tarde de domingo. Ao final da tarde, a gastronomia passa a ser a protagonista durante o VIII Festival de Sopas de Mangualde. A noite termina em grande com o Grupo One Vision Tributo a Queen e o Grupo Uskadkasa.

A programação das Festas da Nossa Senhora do Castelo, que decorrem de 7 a 10 de setembro, é da responsabilidade da Santa Casa da Misericórdia de Mangualde.

FESTAS DA CIDADE  2017

De 27 de agosto a 3 de setembro

Centro de Mangualde

 Domingo, 27 de agosto

21h30 | Noite das Escolas de Mangualde (Largo Dr. Couto)   – Orquestra Juvenil Mais Música do Agrupamento de Escolas de Mangualde

Segunda-feira, 28 de agosto

21h30 | Melody Guys (Largo Dr. Couto)

22h30 | Banda Índice (Largo Dr. Couto)

Terça-feira, 29 de agosto

21h30 | Musicando (Largo Dr. Couto)

22h30 | Banda VM (Largo Dr. Couto)

Quarta-feira, 30 de agosto

21h30 | Banda Capitão Mondego (Largo Dr. Couto)

Quinta-feira, 31 de agosto

21h30 | Quinteto de Acordeões (Largo Dr. Couto) –  Abel Moura, Nancy Brito, Bruno Cabral, Nuno Silva, Filipa Costa

22h30 | Grupo Kapittal (Largo Dr. Couto)

Sexta-feira, 1 de setembro

21h30 | Banda TIME (Largo Dr. Couto)

22h30 | Toy & Amigos (Largo Dr. Couto)

23h45 | Banda TIME (Largo Dr. Couto)

 Sábado, 2 de setembro

09h00 | Largada de Pombos (Largo Dr. Couto) –    Sociedade Columbófila de Mangualde

14h30 | VIII Torneio Jovem de Xadrez (Largo do Rossio)

16h00 | Tiago Marques
17h00 | Torneio de Veteranos – Grupo Desportivo de Mangualde – Cidade de Mangualde (Estádio Municipal)

17h00 | Atuação de Ranchos Folclóricos (Largo do Rossio)

Rancho Folclórico “Os Camponeses de Mesquitela” ;    Rancho Folclórico “Os Azuraras de Quintela”

21h30 | Grupo Alta Definição (Largo Dr. Couto)

22h30 | Mickael Carreira (Largo Dr. Couto)

23h45 | Grupo Alta Definição (Largo Dr. Couto)

 Domingo, 3 de setembro

08h00 | Concurso Nacional de Pesca Desportiva “Cidade de Mangualde” Casa do Povo de Mangualde

08h00    | Largada de Perdizes, Faisões e Patos Bravos – Clube de Caça e Pesca

15h00 | Atuação de Bandas Filarmónicas (Largo do Rossio)

Associação Humanitária e Cultural de Abrunhosa-a-Velha;     Sociedade Filarmónica de Tibaldinho;     Sociedade Filarmónica Lobelhense

16h30 | Atuação de Ranchos Folclóricos (Largo do Rossio);        Rancho Folclórico “Coração da Beira” – Lg. do Rossio;     Rancho Folclórico “Os Rouxinóis do Dão” de Fagilde – Lg. do Rossio

17h30 | Alcatuna (Largo do Rossio)

18h30 | Grupo de Concertinas de Mangualde (Largo do Rossio)

18h30 | VIII Festival de Sopas de Mangualde (Largo do Rossio)

21h30 | Grupo One Vision Tributo a Queen (Largo Dr. Couto)

23h00 | Grupo Uskadkasa (Largo Dr. Couto)

Mas em 2013 a música era outra por terras de Azurara

 

O presidente João Azevedo

Em 2013 a música era outra. João Azevedo tinha provado que era possível fazer diferente e melhor .  Com forte contenção de custos, aposta-se na afirmação de Mangualde. Aposta-se na melhoria financeira e na organização.

Começam a aparecer novas indústrias. A feira dos Santos regressa ao centro da cidade. A oposição entretém-se com a praia.
Mangualde é colocado de novo na senda do desenvolvimento

E já agora . Que tal recordar o 2º hino . Mangualde com Futuro em 2013

Para recordar- 2013- lançamento da candidatura de João Azevedo

Maio de 2013. O arranque para uma grande vitória. Menos jovem agora .

O projecto inicial estava lá todo. O mesmo sonho.

Cada vez mais apoiantes

  O primeiro momento de muitos outros na campanha

Para desligar o som clique no botão. Pode necessitar de clicar na setinha play para visualizar

IV Encontro Gastronómico de Abrunhosa–a-Velha promove sabores tradicionais da região

5 DE AGOSTO, 17H00, CENTRO DA ALDEIA

A gastronomia tradicional do concelho está de volta em mais um Encontro Gastronómico de Abrunhosa-a-Velha. A iniciativa, que já vai na sua 4ª edição, realiza-se no dia 5 de agosto, a partir das 17h00, no Centro da Aldeia.

A iniciativa, promovida pela Junta de freguesia de Abrunhosa-a-Velha, conta com a colaboração da Câmara Municipal de Mangualde, do grupo Desportivo e Recreativo de Vila Mendo de Tavares, da Associação Humanitária e Cultural de Abrunhosa-a-Velha, do Estrela do Mondego Futebol Club, do Centro Paroquial de Abrunhosa-a-Velha, do Racho de Carnaval da freguesia de Abrunhosa-a-Velha e das Marchas dos Santos Populares de Abrunhosa-a-Velha e com o patrocínio do Hotel Mira Serra, da COAPE e da Quimirep.