Olhem que o trabalho só acaba no dia 1 de Outubro pelas 19h

Veja demasiada confiança por aí. Sim João Azevedo vai ganhar. Mas ganhar não chega

João Azevedo é um político com um instinto e feeling  notável. Ele acredita e definiu as suas metas. Merece obter esses resultados. E Mangualde ganha com esses resultados.

Permitam-me, no entanto  uma análise pessoal e não encomendada.

Eu sou mais pessimista e acho que existem muitos pontos em relação aos quais não nos podemos descuidar. O trabalho só acaba no dia 1 de outubro às 19h. Só aí é que ganhamos: os transportes públicos vão andar por aí e sabemos bem onde está a força do dinheiro, não sabemos ? O domingo é dia de trabalho político. Todos os fazem.

E sabemos que nos últimos dias os anónimos  vão atacar. Como sempre fizeram no passado. Por isso … calma. Algo vai aparecer por aqui em Mangualde e em algumas freguesias. Todos nos lembramos dos comunicados.

Vejamos

1- A abstenção não pode ultrapassar os 40%. E se calhar vai ultrapassar . E nesse caso  mais fácil é ao PSD manter a sua votação percentual. Portanto, Votar e convencer a votar.

2-Temos freguesias grandes  que as pessoas sabem que estão ganhas .(veja-se o caso de chãs e não só) . E por isso podem não ir votar. E se não votam para a junta não votam para a câmara. Portanto, Votar e convencer a votar.

3- A CDU tem um bom candidato e vai subir a sua votação. Portanto trabalhar, convencer e votar .

4- A direita tem 3 listas em Mangualde. Logo mobiliza o seu eleitorado. Portanto trabalhar e votar.

5-Existiu uma grande renovação nas freguesias. Será que a população vai entender isso? Parece que sim, mas é preciso andar, andar andar. Portanto trabalhar e votar.

6- O resultado em algumas freguesias será  disputado. Não pensem que não. Portanto trabalhar e votar. Portanto, Votar e convencer a votar.

7- Eu sei que o PSD não tem conseguido mobilizar. Sei que tem uma lista paupérrimo para a AM e para algumas freguesias. Não mobilizam, não entusiasmam.   Mas tentam segurar o seu eleitorado. Portanto, Votar e convencer a votar.

FALTA Pouco. Aceitem este desafio pessoal, feito com toda a humildade .

Lutem até domingo às 19h. Depois podem descansar e festejar.

Ate lá esfolem-se meus caros e caras amigas.

Já agora não se esqueçam – Comício final é mesmo para encher

Marque já na sua agenda

Comício nas Chãs – E a “Força Está com Mangualde com Futuro”

Este slideshow necessita de JavaScript.

As Chãs já foram o bastião do ” Lado Negro”. Mas mudaram. Eles deixaram uma junta com 300 mil euros de dívida. Um junta sem nada, completamente desorganizada. Hoje é um modelo de gestão. Sem “porcos no espeto” , mas com muito entusiasmo tivemos José Orfão , João Tiago, Leonor Pais, Alexandre Constantino e João Azevedo

Ainda me lembro de há 12 meses estar no comício e termos o controlador a vigiar quem estava. Sim, ainda me lembro dos apedrejamentos dos carros em campanha. Hoje nem lista conseguem apresentar.

Hoje as Chãs mostraram uma população unida em torno do seu presidente. Mostraram a força e a união da equipa “Mangualde com Futuro” . Mostraram o grande apoio a João Azevedo

 

Jantar de candidatos … ou como o comício mais chato… foi o melhor comício

Realizou-se no dia 13 o jantar dos candidatos das Juntas, da Câmara e  da Assembleia municipal e da comissão de honra.

Foi um jantar pago, logo o número exacto de participantes é conhecido. Não o digo e não vou por aí.  Embora cada freguesia tivesse obrigatoriamente uma representação limitada , por falta de lugares, o espaço encheu. E não ficaram cadeiras vazias. Quem lá esteve sabe quantos eram e não fomento discussões tolas.

Até porque este não era bem um comício. Mas também não era bem um jantar. João Azevedo teve a coragem de juntar os seus candidatos e apresentar do principio ao fim o seu programa. Sem esconder, sem tom de comício e imagine-se de papel na mão. Era preciso. Tinha de existir um momento, em que forma clara se desse a conhecer as metas e os objectivos desta candidatura

E foram apresentadas algumas ideia fantásticas.( é mesmo assim- por exemplo criar um dia o caminho turístico Alcafache – Senhora do Castelo). Mas João Azevedo já fez muitas coisas que se consideravam impossíveis. O turismo, a educação a modernidade , a rede wifi, os postos de cidadão nas freguesias, a mobilidade, as 12 Etars ( algumas já em obra),  o emprego…. Foi bom ouvir e perceber  que Mangualde com Futuro continua a inovar , continua a ser criativa e quer deixar uma marca que fique mesmo para o futuro. Não tenham dúvidas. No final deste mandato Mangualde vai ter outra dimensão.

Sim eram muitos Quem lá esteve sabe quantos eram .

E no final uma surpresa. Ana Abrunhosa na qualidade de amiga de João Azevedo,  faz uma intervenção. Começou pelas 23,15. Confesso que temi um abandono geral. O João tinha falado e era tarde. Tal não aconteceu. As pessoas ficaram e ouviram. Com uma linguagem simples Ana Abrunhosa falou de Mangualde e do João Azevedo. Confirmou que as verbas já existiam para a requalificação por exemplo, a importância da ferrovia que fica mesmo em Mangualde,  referiu em concreto a forma como João Azevedo consegue o que outros autarcas não conseguem. Porque insiste, porque está la, porque insiste de novo, porque sabe o quer quer, porque prepara os temas, porque faz propostas, porque conversa e é humilde mas firme.

Por isso tal como João Azevedo disse. Este não ia ser um comício normal. Sem música e sem hino. Foi tempo de ouvir e de perceber e de tentar no dia a dia transmitir às outras pessoas a mensagem recebida.

Parabéns João Azevedo por mais uma forma diferente de fazer política

Contas de merceeiro… ou as grandiosas manifs … ou um post tolinho

Confesso que não me passava pela cabeça escrever um post tão tolo. Dar importância a coisas que estão aos olhos de todos é uma coisa surreal.

Mas perante algum … digamos excesso de emoção, quiçá desespero,… sei lá… tenho de falar nisto

Não gostei nada, mas mesma nada, que aquando da apresentação de Marco Almeida e das listas Mangualde com Futuro à Junta de Freguesia, alguns apoiantes de peso de outros candidatos tenham vindo com piadas foleiras. Muito mau gosto, tentando dar a ideia que o comício tinha sido um fracasso.

Agora tivemos a apresentação de candidatos do PSD no concelho. Comício concelhio, em que vinham pessoas de todas as freguesia e convidados.

Esperava eu ler nos dias seguintes excertos das comunicações, perceber o que os movia, ler alguma contributo. Considerando que, como sempre disse,têm um bom candidato à presidente da autarquia, aproveitassem e passassem a sua mensagem.

Afinal fomos todos confrontados com uma profusão orgasmática de mensagens que falavam de grandiosidade, de centenas e centenas de pessoas, que estava ganho, que João Azevedo não tinha feito nada, que o PS tinha medo e estava preocupado. Isto no mesmo dia que mais de 500 mulheres pagantes se reuniam num jantar de apoio a João Azevedo. Ainda hoje, torna a  aparecer a referência a 500 pessoas.

E perante comentários a apelar para o bom senso insiste-se insiste-se …… insiste-se.

Eu acho que o número de pessoas não é elemento essencial. As listas são o que são e se é bom sinal ter muita gente, isso não quer dizer nada em termos de conceções e do valor das suas propostas. É apenas um indicador de entusiasmo,  que vale o que vale

Mas como insistem eu terei de publicar uns simples fotos. E como tenho dito sempre: COMPAREM. Cada um que decida.

As fotos iniciais são de membros do PSD. Ilustres deputados da nação e  e ex-membros do governo. O comício já estava em andamento.Aplaudia-se um orador.

Publicada no Facebook por José Cesário – Pública

Publicada no Facebook por Pedro Alves – Pública

Esta é para comparar:  comício equivalente de João Azevedo quando apresentou as sua listas em Maio.  Como verificam ZERO pessoas à frente e ZERO pessoas na bancada. Pronto já está…

Pronto Apresentação de João Azevedo. ( 3 horas antes de começar)

E agora SFF era bom que acabassem com estas merd….

Afinal a ETAR anda e bem

Continuam em força as obras da futura ETAR que vai acabar com a lagoa da dita . O estradão será também alcatroado e criada uma rotunda junto da Patinter . Abre-se assim a possibilidade do acesso devidamente pavimentado da estrada que virá da rotunda à Roda.

Bem alguns candidatos da oposição não perceberam que já não estamos na pré-história da politica em Mangualde.

Pormenor das obras

Pormenor das obras

 

 

‘Em Quarto Crescente: Noites de encontros com as artes em mente’- Afinal os Mangualdenses gostam de cultura

O Largo Dr. Couto foi palco da primeira noite da edição deste ano da iniciativa ‘Em Quarto Crescente: Noites de encontros com as artes em mente’, promovida pela Câmara Municipal de Mangualde. Cerca de 500 pessoas encheram o Largo para assistir ao espetáculo que contou com teatro, música, dança e comédia.

A edição deste ano é dedicada à celebração do 20º aniversário da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves. Sob o mote “1997 – 2001: A infância da Biblioteca”,

MANGUALDE JÁ ESTÁ “EM QUARTO CRESCENTE”

Noites de encontros com as artes em mente arrancam com casa cheia

Quarto crescente

Quarto crescente

Quarto crescente

Homenagem a Ana de Castro Osório

Confesso que tenho um carinho espacial por esta escritora. Por algum motivo existia na minha casa um velho livro dela. “A Minha Pátria” Uma edição que creio ser dos anos 20. Foi lido e relido. Terá sido talvez o livro que mais influenciou a minha formação .


No passado domingo, 18 de junho, Mangualde prestou homenagem a Ana de Castro Osório, uma mangualdense que dedicou a sua vida à escrita e às causas feministas. A iniciativa realizou-se no ano em que se comemoram os 145 anos do seu nascimento e integrou as comemorações do aniversário dos 40 anos da CIG – Comissão para a Igualdade do Género. A cerimónia, que decorreu na Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves, contou com a presença da Secretária de Estado para a Cidadania e Igualdade, Catarina Marcelino, do Presidente da Câmara Municipal de Mangualde, João Azevedo, da autora do projeto ‘Mangualde – Cidade das Histórias’, Rosabela Afonso, e da Presidente da ACCIG – Associação Cultura, Conhecimento e Igualdade de Género, Rosalina Almeida.

A mesa da sessão

 

A sessão de encerramento foi proferida por Teresa Fragoso, Presidente da Comissão para a Cidadania e Igualdade de Género, que apresentou o trabalho desenvolvido ao longo dos 40 anos da CIG e pela Vereadora Maria José Coelho que enalteceu a homenagem a Ana Castro Osório, a construção do futuro projeto Cidade das Histórias e o trabalho desenvolvido na área da igualdade de género pelo município tendo em conta a conciliação da vida profissional, pessoal e familiar. Durante o evento, os alunos do 1º ano da Escola Básica Ana de Castro Osório procederam à leitura do conto “Era Uma Vez…”. Seguiu-se uma mesa redonda, moderada pelo jornalista e escritor Henrique Monteiro, e que contou com as intervenções de Elza Pais, Deputada da Assembleia da República, Presidente da Subcomissão para a Igualdade de Género e Não Violência, Luisa Mellid, Técnica Superior do Ministério da Cultura e Crítica Literária e João Carlos Alves, professor de História na Escola Gomes Eanes de Azurara. Foi lançado o projeto ‘Mangualde – Cidade das Histórias’, um projeto municipal dedicado à vida e obra de Ana de Castro Osório. Os presentes tiveram ainda a oportunidade de visitar a exposição ‘40 anos, 40 Mulheres’ da Comissão para a Igualdade do Género e assistir à inauguração, pela Secretária de Estado, da Sala Ana de Castro Osório, espaço infantojuvenil da Biblioteca Municipal Dr. Alexandre Alves.

 Figura destacada da luta pela emancipação das mulheres e impulsionadora da literatura infantil em Portugal, Ana de Castro Osório nasceu em Mangualde em 1872, cidade que vai recordar a sua vida e obra.